A Percussão: um pouco sobre a História


Estudos apontam os instrumentos de percussão como os primeiros instrumentos musicais da história da humanidade, chegando a se confundir com o próprio surgimento da espécie humana.  Achados arqueológicos como objetos petrificados, desenhos em cavernas, cascas de arvores e inscritos em papiros, comprovam a existência dos instrumentos de percussão desde a idade da pedra.

Acredita-se que a pedra tenha sido o primeiro elemento da natura utilizado para percutir sons. Foram encontradas pedras de tamanhos perfeito para encaixe na mão, possuindo formas convexas, o que evidencia tal utilização.

O homem sempre buscou imitar os sons de natureza, seja para ajudar na caça (a imitação dos sons para atrair os animais), ou até mesmo por lazer, por se identificar com determinado som. Vários instrumentos foram criados com o intuito de reproduzir os sons encontrados na natureza, a exemplo do “Rugido de Leão” instrumento que deu origem a “Cuíca”, o “Pau de Chuva”, como o próprio nome sugere imita o som da chova, “Apitos” que imitam sons de pássaros, “Efeito Tempestade” entre outros. Em fim, é possível utilizar um clima sonoro de matas utilizando apenas instrumentos de percussão.

Porém, no Brasil os instrumentos de Percussão são conhecidos principalmente por sua função rítmica. Não é para menos, pois, os ritmos populares brasileiros em sua grande maioria surgem a partir de tais instrumentos. A baixo uma lista de ritmos que surgiram a partir dos Instrumentos de Percussão:

  • Samba
  • Frevo
  • Maracatu
  • Samba-Reggae
  • Maculelê
  • Congo, entre outros.
Vale enfatizar que os instrumentos de Percussão apresentam-se como elementos indispensáveis na Música Popular Brasileira (MPB). 

Nenhum comentário: